quinta-feira, 27 de março de 2014

Semear, plantar e enxertar

Andamos desde 2005 a semear. Temos o cuidado de preparar o substrato, temos escolhido tão bem quanto sabemos as sementes. Formações, Seminários, contactos mais ou menos informais respondendo às dúvidas das pessoas e das empresas. Mas curiosamente, não temos tido a nascença que desejávamos. Fizemos algumas tempestades de ideias em reuniões ao ar livre, e ficamos sem saber a razão desta morte antecipada da semente. Talvez a mesma não perceba que é hora de germinar...

Há quem, como nós também, se passeie pelos caminhos da plantação. Acontece quando alguém nos procura em regime de subcontratação. Já não temos que esperar pelo que a semente nos dá, é uma espécie de plantação em que, nalgum viveiro mais perto ou longe de nós cresceu, mas precisa agora de «passar do vaso» para outros domínios maiores onde crescer. Temos o privilégio de trabalhar com algumas empresas e associações que são referência.

Finalmente, temos a enxertia: Trabalho efectuado sobre o suor de terceiros que, por vias inexplicadas, se cola a ver se pega. De garfo ou de bolha, a bem ou a mal, lá os vemos a endireitar a gravata e a beber vinhos DOC de garrafeiras seleccionadas de sócios...

Não se queira, como se ouve frequentemente, confundir «encetar» (que é o desejamos fazer com clientes, INICIANDO parcerias a valer suportadas na base de valores sólidos de confiança e ética) com «enxertar»...

Voltemos ao trabalho!

Na Indústria, nos Serviços, na Saúde e no Turismo
Prometemos ser fiéis.

Qualdouro - Saúde e Turismo de Qualidade

Sem comentários:

Arquivo do blogue