segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Certificação energética de edifícios pode ser alterada para turismo

A tutela mostrou abertura para analisar as propostas de alteração e revisão aos regulamentos relativos à certificação, eficiência energética e qualidade de ar nos edifícios, como forma de atender às especificidades da sua aplicação ao sector do turismo. A informação é da Associação da Hotelaria de Portugal (AHP) que, juntamente com a Confederação da Indústria Portuguesa, foi recebida em audiência pelo Secretário de Estado da Energia e da Inovação, Carlos Zorrinho, e pelo Director da Energia e Geologia, Alexandre Fernandes.
De acordo com a posição da AHP «propõe-se a suspensão do actual quadro legislativo para as empresas da actividade económica do Turismo, reabrindo-se o processo com vista a novo enquadramento legal. Consequente, é pedido a alteração do actual quadro legislativo com vista à adequação do mesmo às especificidades da actividade.

Entre as alterações sugeridas está, por exemplo, a eliminação da obrigação de implementação de sistemas de climatização centrais, possibilitar ao promotor a opção pela apresentação do certificado energético apenas após a realização da auditoria (três anos após a entrada em funcionamento do edifício) onde o edifício obteria uma classificação final real e não teórica; e ainda, a isenção da aplicação do RSCE, por não se aplicar ao sector hoteleiro.

Daqui: http://www.ambienteonline.pt/noticias/detalhes.php?id=10306

Sem comentários:

Arquivo do blogue