terça-feira, 1 de junho de 2010

Em 2011, Selo de QUALIDADE para o turismo brasileiro

Para ter repercussões diretas no significado e na prática, o turismo do Brasil terá um Selo de Qualidade a partir de 2011, certificação que será válida para hotéis, agências e operadoras de viagens, transportadores turísticos, parques temáticos e outros segmentos. “A implantação do selo é uma medida fundamental para melhorar a imagem e a qualidade dos serviços e produtos brasileiros”, afirma Ricardo Moesch, ao comentar a Lei 11637/07, acrescentando que ao adotar sistemas de qualidade o país está seguindo uma tendência mundial.

O diretor de Estruturação, Articulação e Ordenamento Turístico do Mtur antecipou durante palestra no Núcleo de Conhecimento do Salão do Turismo que o selo deverá entrar em vigor no ano que vem. “Será uma adesão voluntária, ao estilo da classificação hoteleira”, acrescenta Moesch. Segundo ele, o Ministério do Turismo trabalha com três conceitos: cadastro, classificação e certificação. A obrigatoriedade é somente para o cadastramento no sistema Cadastur para oito segmentos.

O processo de implantação do selo é uma iniciativa do MTur em parceria com o Instituto de Metrologia, que será o órgão acreditador, e a Sociedade Brasileira de Metrologia (SBM). A idéia, segundo Moesch, é de se criar um selo também para os países do Mercosul.

O modelo de selo do Chile foi apresentado no evento pelo coordenador do Programa de Qualidade de Serviços Turísticos chilenos, Cláudio Garrido. Participaram também da mesa de debates a coordenadora-geral de Serviços Turísticos do MTur, Rosiane Rockenbach, o diretor de Qualidade do Inmetro, Alfredo Lobo, e o consultor do projeto do selo, José Augusto.

http://www.brasilturis.com.br/popup_diretodaredacao_print.neo?Materia=13557





AE

Sem comentários:

Arquivo do blogue